Renováveis poupam 700 milhões até Setembro

Nobuo Tanaka, da Agência Internacional de Energia, elogiou a política energética de Portugal.

"Rezo para que o Primeiro-Ministro e os ministros de Portugal mantenham os investimentos no sector da energia." Foi com esta expectativa que o presidente-executivo da Agência Internacional de Energia (IEA), Nobuo Tanaka, se dirigiu ontem, na abertura da conferência "Novas Energias. Melhor Economia", a José Sócrates, Vieira da Silva e Carlos Zorrinho, ministro da Economia e secretário de Estado de Energia e Inovação.

Numa altura em que a grande preocupação de Portugal é a aprovação de um Orçamento do Estado para 2011 - documento marcado por medidas de austeridade, como o aumento de impostos -, Tanaka garante que "a energia segura e saudável fomenta o crescimento económico e é isso que Portugal está a tentar fazer".

Para o líder da AIE, não há outra solução senão as energias verdes. "Olhamos para a meteorologia e vemos os sinais de transformação do mundo. O mundo sabe o que tem de fazer e cada tempo que passa sem apostar em renováveis traz um custo adicional ao investimento.

fonte:economico

publicado por adm às 23:13 | comentar | favorito