10
Set 12
10
Set 12

Produção renovável cai 33% no primeiro semestre

No final de Junho de 2012, Portugal Continental tinha 10 389 MW de capacidade instalada para produção de energia elétrica a partir de fontes renováveis (FER), cuja produção registou uma quebra de 33 por cento nos primeiros seis meses do ano, quando comparado com igual período do ano passado (de 14,1 TWh para 9,5 Twh).
A incorporação de FER no consumo bruto de energia elétrica, para efeitos da Diretiva, foi de 43,5 por cento em 2011, considerando apenas o Continente.

A potência eólica instalada no final de Junho de 2012 foi de 4 332 MW, distribuída por 220 parques, com um total de 2 265 aerogeradores ao longo de todo o território Continental sendo um offshore. Trinta e seis por cento da potência instalada está em parques com potência igual ou inferior a 25 MW.

No primeiro semestre de 2012, a produção dos parques com potência instalada estabilizada, situou-se nas 2 289 horas equivalentes por MW, que corresponde a um aumento de dois por cento relativamente ao registado no mesmo período de 2011.

Até Junho de 2012 foram licenciados cerca de12 825 MW de instalações eletroprodutoras a partir de FER ( mais 23 por cento relativamente à potência instalada actualmente).
Nos últimos doze meses a tecnologia fotovoltaica foi a que sofreu um maior incremento no licenciamento, passando de 110 MW para 184 MW.

fonte:http://www.ambienteonline.pt/

publicado por adm às 23:52 | comentar | favorito
07
Set 12
07
Set 12

Brasil pode produzir mais 40% de renováveis

O estudo da WWF Brasil “Além das hidroeléctricas” sublinha que , o país já tem capacidade para aumentar em 40 por cento a produção de eletricidade a partir de fontes renováveis alternativas - sobretudo se investir na geração de energia eólica, de biomassa e nas pequenas centrais hidroelétricas.

Segundo o estudo, o país sinaliza para uma tendência de queda nos preços das fontes renováveis alternativas nos próximos 10 a 15 anos - enquanto o valor da produção de electricidade nas centrais hidroelétricas seguirá o caminho oposto, de aumento, transformando-as interessantes, também, do ponto de vista económico.

fonte:http://www.ambienteonline.pt/

publicado por adm às 23:14 | comentar | favorito
tags:
03
Set 12
03
Set 12

EDP Renováveis investe 4 milhões por ano após acordo com Governo para eólicas

A EDP Renováveis anunciou hoje que irá investir entre 3,6 e 4 milhões de euros por ano até 2020, um montante que resulta do acordo com o Governo para a extensão do período remuneratório aos produtores de energia eólica.

Em comunicado enviado à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a subsidiária do grupo EDP espera "efetuar um investimento anual entre 3,6 milhões a 4,0 milhões de euros durante o período 2013-2020, permitindo à companhia alcançar uma maior visibilidade remuneratória de longo prazo para os seus ativos em Portugal".

Segundo a empresa, o acordo permite que os produtores eólicos possam "efetuar um investimento voluntário para obterem uma maior visibilidade remuneratória através da aquisição de um novo esquema tarifário para o período após os atuais 15 anos definidos por lei", sendo que "o valor total de investimento será utilizado para reduzir os custos gerais do sistema elétrico português".

fonte:http://www.destak.pt/

publicado por adm às 13:32 | comentar | favorito