Renováveis poupam €721 milhões em importação de combustíveis

Produção de eletricidade de origem renovável permitiu poupar €721 milhões na importação de combustíveis fósseis em 2011.


A produção de eletricidade de origem renovável (excluindo a grande hídrica) permitiu poupar €721 milhões na importação de combustíveis fósseis (gás natural, carvão, e fuel nas Regiões Autónomas) e €104 milhões em licenças de emissão de dióxido de carbono. No total, segundo um comunicado hoje emitido pela Associação Portuguesa de Energias Renováveis, a produção de electricidade renovável por produtores independentes permitiu uma poupança de €825 milhões, mais €195 milhões do que em 2010.

No dia 12 de Novembro, entre as 7 e as 8 horas da manhã, todo o consumo de eletricidade em Portugal foi assegurado pela Produção em Regime Especial (renováveis) tendo, nesse mesmo dia, 64% do consumo sido assegurado pela produção eólica.

"O aumento do preço dos combustíveis vai reafirmar a importância dos benefícios que o sector traz para o desenvolvimento do País, uma vez que o preço da eletricidade renovável é totalmente independente. Este é um fator que contribui para aumentar a segurança de abastecimento e a independência energética, aspectos fundamentais para o relançamento da economia portuguesa", afirma António Sá da Costa, presidente da Associação Portuguesa de Energias Renováveis.
fonte:http://aeiou.expresso.pt
publicado por adm às 23:26 | comentar | favorito