Renováveis: troika não exige suspensão de projetos

A Comissão Europeia declarou esta quarta-feira que o acordo de assistência financeira entre Portugal e a troika «não exige a suspensão de novas licenças para projetos de energias renováveis», numa resposta endereçada à eurodeputada do PS Edite Estrela.

«As reformas de regimes de apoio às energias renováveis e à cogeração devem ser realizadas na sequência de um processo transparente e voltado para o futuro, sem alterações retroativas e que procure implementar as melhores práticas em toda a Europa», diz o comissário europeu responsável pela Energia, Günther Oettinger, numa declaração endereçada à eurodeputada socialista e divulgada por Edite Estrela esta tarde.

Edite Estrela havia questionado Bruxelas sobre a recente decisão do Governo português de suspender a atribuição de novas licenças para a produção de energias renováveis e cogeração.

Os Estados-membros, sublinha o comissário Günther Oettinger, devem «evitar abordagens intermitentes e esforçar-se por reduzir ao mínimo as situações geradoras de perturbação e confusão nos investidores e nos operadores de mercado».

A eurodeputada do PS pede agora ao Governo português para «explicar com clareza a sua política energética», que, alerta, «deve servir o interesse nacional e não os interesses de grupos económicos».

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

publicado por adm às 22:59 | comentar | favorito