Portugal no 6º lugar do ranking europeu das renováveis

Desde 2004 (últimos dados disponibilizados pelo Eurostat), Portugal tem vindo a aumentar a sua quota de energias renováveis.

Portugal registou, em 2011, a sexta percentagem mais elevada, 24,9%, do consumo final bruto de energia na União Europeia (UE), de acordo com dados divulgados hoje pelo Eurostat. Um valor que traduz um crescimento de 2,2 pontos percentuais face ao ano anterior.

Desde 2004 (últimos dados disponibilizados pelo Eurostat), Portugal tem vindo a aumentar a sua quota de energias renováveis. Em 2004, a percentagem de energia de fontes renováveis representava, em Portugal, 19,3% do consumo final bruto de energia, em 2006 de 20,6% e, em 2008, de 22,3%. A percentagem de energia de fontes renováveis representava, em 2011, 13% do consumo final bruto de energia na União Europeia.

De acordo com os dados do gabinete de estatísticas europeu, citado pela Lusa, a percentagem de energia proveniente de fontes renováveis na UE tem vindo a aumentar: em 2004 era de 7,9%, em 2006 de 8,5%, em 2008 de 9,6%, em 2010 de 12,1% e em 2011 de 13%.

As percentagens de energias renováveis mais elevadas, em 2011, pertenceram à Suécia (46,8%), à Letónia (33,1%), Finlândia (31,8%), enquanto as mais baixas foram observadas em Malta (0,4%), Luxemburgo (2,9%) e Reino Unido (3,8%).

A estratégia da UE para lutar contra as alterações climáticas tem como objectivo aumentar para 20% a quota das energias renováveis até 2020.

 fonte:http://economico.sapo.pt/no

publicado por adm às 22:54 | comentar | favorito