Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Energias Renovaveis

Blog destinado a partilhar o que de melhor existe no mundo das energias renováveis. Energia solar, energia eólica, biomassa, etc, tudo sobre as ultimas novidades e noticias.

Blog destinado a partilhar o que de melhor existe no mundo das energias renováveis. Energia solar, energia eólica, biomassa, etc, tudo sobre as ultimas novidades e noticias.

Energias Renovaveis

30
Abr12

Renováveis: potência licenciada 24% acima da instalada

adm

O total da potência instalada renovável atingiu 10.344 MW, no final de janeiro, existindo mais 24% desta capacidade já licenciada, de acordo com a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), citada pela Lusa.

De acordo com as estatísticas da DGEG, o acréscimo de capacidade instalada para produção de energia elétrica, a partir de fontes renováveis (FER), em janeiro em relação ao mês anterior, «deve-se apenas à tecnologia fotovoltaica no regime de microprodução».

Até janeiro, tinham sido licenciados 12.786 MW de instalações eletroprodutoras a partir de FER, o que permite aumentar em mais 24% do que a potência instalada atualmente, numa altura em que o Governo admite suspender, até 2020, o licenciamento de potência adicional a partir de fontes de energia renováveis.

De acordo com o Plano de Apoio às Energias Renováveis (PNAER), divulgado na semana passada, que se encontra em consulta pública, «as medidas de eletricidade que impliquem o licenciamento de potência adicional a partir de fontes de energia renováveis poderão ser suspensas».

No Parlamento, o secretário de Estado da Energia, Artur Trindade, reiterou na passada sexta-feira que existe capacidade instalada suficiente para fazer face às necessidades atuais do país.

«Neste momento, não temos problema de incapacidade do sistema que leve a apressar essas obras», afirmou o governante na Comissão de Economia e Obras Públicas, quando questionado sobre o atraso na execução do Plano Nacional de Barragens.

Segundo as estatísticas da DGEG, a produção de energia elétrica, a partir de FER, registou uma quebra acentuada de 60 por cento, em janeiro de 2012, em relação ao período homólogo, o que se deve «fundamentalmente, à sua componente hídrica, que decresceu 78%», resultado da seca prolongada que assolou o país.

A produção eólica, para o mesmo período, decresceu 29%.

fonte:http://www.agenciafinanceira.iol.pt/

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Sites Interessantes

Politica de privacidade

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D